Movimento “Escola Sem Partido” e simpatizantes divulgam notícias enganosas sobre o Colégio Pedro II e criam bolha de desinformação

Nessa última semana, o Colégio Pedro II realizou eleições para seu Conselho Superior (Consup), o órgão máximo da instituição junto à reitoria. O Consup representa integrantes do corpo docente, de estudantes, dos técnicos do colégio, do Conselho de Dirigentes, um representante do MEC, dos estudantes egressos da instituição e, por fim, dos responsáveis legais de…

O Escola Sem Partido volta-se contra si mesmo: estratégia de sobrevivência?

Diogo Salles   A princípio, é impossível romper a simbiose que se formou entre o Escola Sem Partido enquanto movimento e associação e as várias iniciativas políticas conservadoras que compraram o discurso do combate à “doutrinação ideológica” e à “ideologia de gênero” (MOURA, 2016). Desde 2014, quando começam a aparecer os primeiros anteprojetos e projetos de…

O projeto “escola sem partido” não é sobre a afixação de um cartaz

Renata Aquino Ontem, dia 21/02, aconteceu um debate na TV Câmara sobre projeto de lei “escola sem partido”. Exibida no programa Expansão Nacional, a discussão contou com a participação da subprocuradora geral da República e procuradora federal dos direitos do cidadão, Deborah Duprat, o advogado e criador do movimento “escola sem partido”, Miguel Nagib e…

“Prof Watchlist”: docentes norte-americanos também são perseguidos em meio a polarização política

Renata Aquino O site do movimento Escola Sem Partido diz em sua seção Sobre nós ter-se inspirado na iniciativa estadunidense NoIndoctrination.org, cujo site ainda pode ser visitado pelo Web Archive clicando aqui. Os Estados Unidos estão em um momento de intensificação da polarização política devido às eleições presidenciais, onde os democratas foram representados por Hillary…

O ódio aos professores se profissionaliza

Prof. Dr. Fernando de Araujo Penna Esta foi uma publicação feita na página de Facebook “Professores contra o escola sem partido” no dia 02 de abril de 2016. Por desrespeitar as regras de convivência da página, foi devidamente apagada, mas não sem antes ser registrada. Basta lê-la para constatar o ódio direcionado aos mais de…

Breve análise da historicidade do conservadorismo brasileiro: exames sobre os primeiros anos do século XX e os primeiros anos do século XXI

Felipe Cazetta Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense   RESUMO: A construção da cidadania no Brasil é um processo ainda inacabado, portador de elementos autoritários de diferentes matrizes. Embora a Constituição de 1988 afirme de forma categórica a igualdade plena entre os cidadãos brasileiros, naturais ou naturalizados, a prática cotidiana acusa as rupturas e…

A impossibilidade linguística da neutralidade ou o Escola Sem Partido e a atrofia da língua

Gustavo Coelho[1] Professor da Faculdade de Educação da UERJ Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – FEBF/UERJ Derrida, em seu texto “Força e Significação”, chamou de “defunto” o escrito estático em sua forma de “signo-sinal”, uma vez que este “diz então [somente] o que é” sendo “puro funcionamento”,…

As Virtudes e os Problemas dos Projetos de Lei Anti-Escola Sem Partido

Texto de Renata Aquino e Diogo Salles Nessa última quarta-feira (16/08), o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), apresentou o projeto de lei 6005/2016, que “institui o programa ‘Escola livre’ em todo o território nacional. Algumas explicações são válidas antes de falarmos da proposta em si e o que ela representa. O nome do projeto é…

À Procura de um Novo Inimigo Invisível

Texto de Diogo Salles Publicado originalmente aqui, em 9/08/2015 A lógica orwelliana do movimento Escola Sem Partido No livro 1984 somos apresentados a um universo onde a vigilância e a suspeita são constantes na vida de todos. Essa observação perpétua se dá principalmente de maneira formal e institucionalizada. O governo que comanda o fictício continente…